Clique e assine por apenas 4,90/mês

PRF apreende cocaína que seria entregue em comunidade

O destino da droga seria o Complexo da Pedreira, em Costa Barros, na zona Norte do Rio, uma das comunidades mais perigosas da capital

Por Agência Brasil - 9 nov 2017, 12h31

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam nesta quarta (8) dois homens suspeitos de tráfico de drogas, após serem flagrados com cerca de 40 quilos de cocaína na rodovia Rio-Santos (BR-101), em Itaguai, na região metropolitana do Rio de Janeiro. A prisão foi feita pelas equipes da PRF que compõem a Operação Égide, com 380 homens que vieram de outros estados para o combate ao roubo de cargas e ao crime organizado no estado.

O destino da droga seria o Complexo da Pedreira, em Costa Barros, na zona Norte do Rio, uma das comunidades mais perigosas da capital e com a maior incidência de roubo de cargas no estado devido à proximidade com a rodovia Presidente Dutra e a Rio-Petrópolis, .

Policiais rodoviários federais faziam uma blitz na altura do km 399, quando abordaram dois carros que seguiam no sentido Rio. Durante a revista, encontraram diversos tabletes com o entorpecente. A droga estava escondida dentro de fundos falsos dos veículos. Além disso, também foram encontrados seis pacotes lacrados com uma quantia em dinheiro.Os motoristas, de 22 e 44 anos, confessaram que foram contratados para buscar os carros em um shopping de São Paulo. Eles contaram que, da capital paulista, seguiriam até o Complexo da Pedreira, onde fariam a entrega da droga.

A ocorrência foi encaminhada à Superintendência da Polícia Federal. Os suspeitos foram indiciados por tráfico de entorpecentes, cuja pena varia de 5 a 15 anos de reclusão e ficarão à disposição da Justiça Federal, aguardando julgamento.

O reforço no policiamento no Rio de Janeiro para combater o roubo de cargas foi um pedido do governador Luiz Fernando Pezão ao presidente Michel Temer. O governo federal acertou que as equipes dos policiais rodoviários federais ficarão no Rio até o final de 2018.

Publicidade