Clique e assine por apenas 3,90/mês

Prefeitura vai recorrer se decisão for para aumento da tarifa

De acordo com Crivella, os BRTs teriam trazido economia às empresas e elas estariam transportando muito mais passageiros que o calculado para se ter lucro

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 1 Maio 2017, 18h29 - Publicado em 1 Maio 2017, 18h28

Nesta segunda (1º), o prefeito Marcelo Crivella afirmou, após participar de um encontro com moradores do Complexo do Alemão, que vai recorrer caso haja o possível aumento nas tarifas dos ônibus. Conforme noticiado, a Secretaria municipal de Transportes analisa as conclusões de uma auditoria, contratada pelo Rio Ônibus e pelos consórcios, que prevê uma nova tarifa para os coletivos de ao menos R$ 5,30. De acordo com Crivella, os BRTs teriam trazido economia às empresas e elas estariam transportando muito mais passageiros do que o calculado para se obter lucro.

O prefeito justificou ainda que as companhias ganharam muitos recursos com a Olimpíada e que diante da crise, com 350 000 desempregados no Rio,”precisamos de sacrifícios”.

Publicidade