Clique e assine por apenas 4,90/mês

Porta dos Fundos é primeira vítima dos boatos sobre greve da PM

Sessões do espetáculo do grupo, previstas para este fim de semana, foram canceladas

Por Redação VEJA RIO - 10 fev 2017, 17h58

As sessões do espetáculo de improviso Portátil, com a turma da porta dos Fundos, marcadas para sábado (11) e domingo (12), no Teatro Bradesco (VillageMall), foram canceladas. A produção atribui a suspensão da montagem à possibilidade de paralisação da Polícia Militar do Rio de Janeiro, calorosamente discutida nas redes desde ontem. Portátil é, portanto, a primeira vítima da boataria que vem cercando um assunto muito sério.

Os espectadores devem solicitar estorno até o dia 3 de março no mesmo local de compra, portando documento de identidade do comprador e ingressos adquiridos. As comprar efetuadas pelo site ou pela call center do Ingresso Rápido serão automaticamente canceladas e o reembolso será solicitado. Ainda será possível trocar os ingressos na bilheteria para uma das sessões previstas para os dias 18 e 19, mediante disponibilidade.

Publicidade