Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Porta dos Fundos é primeira vítima dos boatos sobre greve da PM

Sessões do espetáculo do grupo, previstas para este fim de semana, foram canceladas

Por Redação VEJA RIO 10 fev 2017, 17h58

As sessões do espetáculo de improviso Portátil, com a turma da porta dos Fundos, marcadas para sábado (11) e domingo (12), no Teatro Bradesco (VillageMall), foram canceladas. A produção atribui a suspensão da montagem à possibilidade de paralisação da Polícia Militar do Rio de Janeiro, calorosamente discutida nas redes desde ontem. Portátil é, portanto, a primeira vítima da boataria que vem cercando um assunto muito sério.

Os espectadores devem solicitar estorno até o dia 3 de março no mesmo local de compra, portando documento de identidade do comprador e ingressos adquiridos. As comprar efetuadas pelo site ou pela call center do Ingresso Rápido serão automaticamente canceladas e o reembolso será solicitado. Ainda será possível trocar os ingressos na bilheteria para uma das sessões previstas para os dias 18 e 19, mediante disponibilidade.

Publicidade