Clique e assine por apenas 3,90/mês

Pezão garante que obras do Comperj recomeçam em até 30 dias

Anúncio foi feito durante reunião com 15 prefeitos do leste do estado

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 12h13 - Publicado em 5 Maio 2015, 17h25

As obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) serão retomadas dentro de até 30 dias. A promessa foi feita pelo governador Luiz Fernando Pezão em reunião ontem com 15 prefeitos do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste).

+ Crise internacional e Petrobras afetam em cheio a economia do Rio

Essa associação foi criada por munícipios do leste do estado para obter contrapartidas da Petrobras para a região em função da implantação do Comperj. Com as obras paradas, os prefeitos propuseram a adoção de um sistema online que permite o monitoramento e a cobrança do Imposto Sobre Serviços (ISS) devido pelos bancos.

+ Com atrasos no Comperj, Itaboraí não vê o anunciado progresso

O objetivo da medida é melhorar a arrecadação das prefeituras, que contavam com a implantação do Comperj para o aumento da receita. O custo de implantação da novidade é de R$ 7 milhões. A ideia é que o governo do estado e os munícipios façam um convênio para pagar o valor. Hoje, a cobrança do ISS se dá com base em informações fornecidas pelos próprios bancos às prefeituras.

Continua após a publicidade
Publicidade