Clique e assine por apenas 3,90/mês

Casos de violência doméstica aumentam 50% durante a pandemia

Tramita no Congresso um projeto de lei que estabelece como dever de vizinhos informar sobre casos de violência em condomínios

Por Pedro Tinoco - Atualizado em 18 set 2020, 15h06 - Publicado em 18 set 2020, 06h00

O número de casos de violência doméstica aumentou 50% desde o início da pandemia no Rio.

+ Poluição na baía de Guanabara aumenta 75% desde a Rio2016

O crescimento desse tipo de crime mobilizou as casas legislativas do país. Tramita no Congresso Nacional um projeto de lei que estabelece como dever de condôminos, locatários, proprietários e síndicos informar sobre casos de violência no âmbito do condomínio.

+ Fazenda urbana na Barra da Tijuca vê vendas aumentarem na pandemia

No último 4 de agosto, dia em que a Lei Maria da Penha completou 14 anos em vigor, foi oficializada no Rio a Lei 8967/2020, votada pela Alerj, que determina a adoção de cartazes informativos sobre canais de atendimento a vítimas de agressão.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

A Estasa, administradora carioca, ainda preparou uma cartilha mais extensa para distribuir pelos mais de 450 condomínios sob sua responsabilidade. Olho vivo.

+ Artistas pintam mais de um quilômetro de muros na Zona Portuária

Continua após a publicidade
Publicidade