Clique e assine por apenas 4,90/mês

Paes pede game ‘Pokémon Go’ antes da Olimpíada

Sem previsão de ser lançado no país, o prefeito usou rede social para fazer o apelo

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 2 jan 2017, 10h46 - Publicado em 13 jul 2016, 14h05

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, usou o Facebook, nesta quarta (13), para pedir que o game “Pokémon Go” seja disponibilizado no país antes dos Jogos Olímpicos. Feito para celular, o game, que faz uso da realidade virtual, virou febre imediatamente após seu lançamento, na última semana, nos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. Por aqui, ainda não há previsão. “Alô Nintendo! Faltam 23 dias para as Olimpíadas Rio-2016. O mundo todo tá (sic) vindo pra cá. Venha também!”, apelava a mensagem de Paes, publicada na rede social.

A Nintendo, responsável pela franquia Pókemon, ainda não informou quando o app estará disponível no país. No jogo, baseado na franquia de mídia criada em 1995 por Satoshi Tajiri, as criaturas fictícias estão espalhadas pelo mundo real e, cabe aos jogadores, capturá-los. 

POKEMON-2

POKEMON-2

Publicidade