Clique e assine por apenas 4,90/mês

Obras do AquaRio foram embargadas pela terceira vez

Foram constatadas irregularidades trabalhistas, risco à segurança dos funcionários no ambiente de trabalho e condições precárias de higiene nas instalações sanitárias

Por Redação VEJARIO - Atualizado em 5 dez 2016, 12h17 - Publicado em 27 mar 2015, 21h08

A obra de construção do Aquário Marinho (AquaRio), na Zona Portuária do Rio, foi embargada pela terceira vez pela da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Rio de Janeiro (SRTE/RJ). O motivo foi a ausência de medidas preventivas contra quedas de altura, que põe em risco a integridade física dos trabalhadores.

+ Borel ganha obra inspirada na Escadaria Selarón

Os auditores denunciaram a falta de proteção coletiva nos locais com risco de queda de trabalhadores, além de aberturas no piso de fechamento provisório resistente, entre outras irregularidades, como escadas de uso coletivo – destinadas à circulação de pessoas ou materiais – sem corrimão e rodapé.

No ambiente de trabalho, foram constatadas outras irregularidades, como condições precárias de higiene em sanitários e falta de copos para beber água. A empreiteira responsável pelo projeto precisará regularizar pelo menos 25 desses problemas para retomar a obra. No período de paralização dos serviços, os funcionários continuarão recebendo normalmente.

 

Continua após a publicidade
Publicidade