Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Maracanã terá 10% do público na partida do Flamengo na Libertadores

Só poderão entrar os torcedores que comprovarem ter tomado as duas doses da vacina ou apresentarem teste negativo para Covid-19

Por Luiza Maia 30 jul 2021, 14h33

Após solicitar a liberação de 30% do público no Maracanã, o Flamengo foi autorizado pela Prefeitura a receber sua torcida, mas não na quantidade que o clube gostaria. Na partida contra o time paraguaio Olimpia, pelas quartas de final da Libertadores, o estádio poderá usar 10% da capacidade do espaço. O jogo será no próximo dia 18 de agosto.

+‘Rio de novo’: em plano, Paes prevê liberação de estádios com 50% de público e de boates

A entrada do torcedor só será autorizada com a comprovação das duas doses vacinação ou mediante a apresentação de um teste de Covid-19 realizado 48 horas antes da partida. O comprovante será obtido através do aplicativo ConecteSUS, criado pelo Ministério da Saúde.

A quantidade de torcedores e o espaço a ser ocupado pela público são os mesmos autorizados pela prefeitura na final da Copa América, disputada em 10 de julho. Os protocolos de prevenção à Covid-19 foram desrespeitados de várias formas naquele dia – entre elas, uma enxurrada de testes negativos de Covid grosseiramente adulterado -, o que gerou críticas à falta de fiscalização e uma multa de 54 000 reais para a CBF.

+ Ressaca do mar: orla do Leblon é interditada por causa de altas ondas

Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, o evento terá de garantir a realização dos testes de Covid por meio de uma entidade credenciada para evitar que as fraudes se repitam. “É extremamente necessário que essa empresa possa garantir que os testes são verdadeiros“, disse. “Nós encontramos uma série de testes falsos e adulterados na Copa América e encaminharemos os dados ao Ministério Público”, declarou Soranz. 

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Conforme o novo plano de flexibilização das medidas restritivas da Prefeitura, previsto em três etapas, a partir do dia 2 de setembro será autorizada a presença de 50% do público nos estádios. Na segunda fase do planejamento, no dia 17 de outubro, está prevista a liberação de 100% da capacidade. De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, as medidas serão autorizadas conforme o avanço da vacinação no Rio e a diminuição dos casos por Covid-19.

 

Continua após a publicidade
Publicidade