Clique e assine por apenas 4,90/mês

Manutenção no sistema Guandu interrompe abastecimento por 24h

Distribuição será cortada a partir das 6h da manhã da próxima quinta (9). Normalização pode levar até 72h em áreas isoladas e altas

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 30 out 2017, 21h02 - Publicado em 30 out 2017, 16h20

A CEDAE anunciou uma parada nas operações do sistema Guandu para a manutenção preventiva das principais estações de tratamento de água alimentadas pelo complexo. Visando o verão, período do ano em que há maior consumo de água, a interrupção envolverá cerca de 600 funcionários e terá duração de 24 horas a partir das 6 da manhã da próxima quinta-feira (9). Os municípios afetados com a falta de abastecimento serão Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Nilópolis, Mesquita, Belford Roxo e Queimados.

Em geral, a normalização da distribuição começará após a reativação do sistema, mas lugares isolados e áreas altas podem sofrer com até 72 horas de interrupção. A intervenção faz parte do planejamento anual da companhia e conta com a vistoria de técnicos nos reservatórios, canais, adutoras e elevatórias que compõem o sistema do Guandu.

A fim de abastecer órgãos de atendimento essencial, como hospitais e afins, a CEDAE montou um esquema de fornecimento com carros-pipa para o período de inoperância. A companhia pede que a população evite o desperdício de água neste período.

Publicidade