Clique e assine por apenas 4,90/mês

Maior ladra de loja de celulares do Rio é presa

Assaltante Rychelle Gomes gastava dinheiro dos roubos com noitadas e bailes

Por Redação VEJA RIO - 15 jun 2018, 18h18

A maior assaltante de lojas de celulares, de departamentos e de joalherias do Rio foi presa pela polícia como sendo chefe de uma quadrilha que organizava os roubos. Rychelle Santos Dias Gomes, de 20 anos, gastava sua parte dos assaltos em bailes, pagodes, e noitadas segundo relatos da ladra comentados pela polícia na 19ª DP(Tijuca).

Ao todo, existem pelo menos cinco mandados de prisão expedidos pelo Tribunal de Justiça contra Rychelle, que já foi reconhecida em dez assaltos ocorridos em vários pontos da cidade.

Ainda de acordo com a polícia, a mulher foi expulsa do Morro da Mangueira após ter seu rosto divulgado na TV. Rychelle confessou os crimes, mas alegou não conhecer as pessoas que atuavam ao seu lado nos roubos.

Segundo a polícia, a assaltante foi expulsa do Morro da Mangueira após ter seu rosto divulgado em imagens da TV depois de um assalto ocorrido em fevereiro, em Niterói. Em depoimento, ela confessou sua participação nos assaltos, mas alegou não conhecer as pessoas que atuavam ao seu lado nos roubos.

Publicidade