Clique e assine com até 65% de desconto

Lixo das praias cariocas cai 90% com o isolamento social

Segundo a Comlurb, antes recolhiam-se 120 toneladas durante a semana, o que caiu para 10. No fim de semana, o montante desceu de 341 ton para 15

Por Carolina Barbosa 27 abr 2020, 12h21

O isolamento social para conter o avanço da propagação do novo coronavírus se refletiu no volume de lixo. Segundo a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), nas praias, por exemplo, a queda em dias de semana chega a 91%. Os garis costumavam recolher 120 toneladas de detritos das areias de segunda a sexta durante o verão e 341 toneladas nos fins de semana, sendo 146 aos sábados e 195 aos domingos. Agora, esses números caíram para 10 toneladas em toda a orla nos dias de semana e 15 toneladas nos fins de semana, segundo os dados da companhia.

+Coronavírus: ouça a mensagem de drone sobre uso obrigatório de máscara

No que se refere às praias, o lixo retirado durante o período de isolamento social trata-se, sobretudo, de detritos trazidos pela maré e gigogas.

+Covid-19: como doar para a UFRJ produzir ventiladores mecânicos para o SUS

O lixo público, recolhido nas ruas, também encolheu. No entanto, a redução foi mais expressiva nos fins de semana, segundo a Comlurb. No domingo, 19 abril, foi registrada uma queda de 24% em relação ao domingo, 8 de março, antes da implementação das medidas de distanciamento social.

+ Para assinar o conteúdo digital de VEJA RIO, clique aqui.

Continua após a publicidade
Publicidade