Clique e assine por apenas 4,90/mês

Justiça ordena retirada de conteúdo contra Caetano Veloso da web

Caso decisão não seja cumprida, o réu Flávio Azambuja Martins terá de pagar multa de 300 reais por dia

Por Redação VEJA RIO - 15 nov 2017, 12h48

A Justiça do Rio condenou Flávio Azambuja Martins a retirar, em 48 horas, comentários e mensagens ofensivos publicados nas redes sociais contra o cantor Caetano Veloso. A decisão foi da juíza Flavia Gonçalves Moraes Alves, da 14ª Vara Cível da Capital, que concedeu tutela antecipada e determinou a retirada do conteúdo. Caso a decisão seja descumprida, o réu terá de pagar multa de 300 reais por dia, fixado o teto de 30 000 reais.

Na ação, Caetano pede indenização por danos morais e a retirada de conteúdo que tem como objetivo hostilizá-lo. A juíza designou uma audiência de conciliação entre as partes para o dia 24 de janeiro de 2018.

Publicidade