Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Reabertura das escolas particulares do Rio continua suspensa

Os alunos estão sem ir às aulas desde março devido à pandemia

Por Agência Brasil Atualizado em 18 set 2020, 11h57 - Publicado em 18 set 2020, 11h50

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) negou nesta quinta (17) o pedido da prefeitura da capital para a reabertura das escolas particulares. O presidente do TJ, desembargador Claudio de Mello, em sua decisão, alegou não ter “motivo para decidir a questão neste momento, enquanto se encontra pendente de decisão a questão pela Suprema Corte”.

+Novas doses de vacina contra sarampo serão aplicadas

Em sua decisão, o desembargador afirmou que a suspensão de segurança, pedido pelo município Rio “é um canhão de cem toneladas que exige, para ser usado, um mecanismo complicado, para atirar uma quantidade considerável de pólvora, e para ser ajustado, um grande alvo para pontaria. Dito de outra forma: deve ser utilizado como a bala de prata”.

+Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade