Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ilhas Cagarras entram para a seleta lista de locais preservados no mundo

Ao lado das Ilhas Galápagos e da Grande Barreira de Coral, o monumento a 5 quilômetros da praia de Ipanema passou a integrar a seleção de Hope Spots

Por Luiza Maia Atualizado em 19 abr 2021, 17h22 - Publicado em 19 abr 2021, 17h04

O Monumento Natural das Ilhas Cagarras (MONA Cagarras), localizado a 5 quilômetros da praia de Ipanema, passou a integrar a seleção de Hope Spots do mundo. Trata-se de uma honraria concedida a uma seleta lista com 130 locais de preservação ambiental do mundo todo, como as Ilhas Galápagos, no Equador, e a Grande Barreira de Coral, na Austrália. Até o momento, apenas o Banco dos Abrolhos já possuía o reconhecimento em águas brasileiras.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

A nomeação foi realizada pela Mission Blue, uma aliança internacional para conservação marinha liderada pela reconhecida bióloga Sylvia Earle. O selo de visibilidade internacional, além da possibilidade de gerar um maior turismo para a região, alerta a sociedade e os governantes sobre a importância da preservação, da adoção de práticas e leis que prezem pela sustentabilidade.

+ Iniciativas solidárias do Rio atuam no combate à fome; saiba como ajudar

Os pontos de esperança – como são chamados em português – são ambientes reconhecidos por abrigarem grande diversidade de espécies e habitats, espécies raras ou ameaçadas, além do rico valor cultural, histórico e econômico para a comunidade ao redor e o potencial para reverter impactos humanos negativos.

Baleia Jubarte
Biodiversidade: a baleia jubarte é uma das espécies já vistas na unidade Liliane Lodi/Divulgação

“Mesmo próximo de uma grande metrópole, o MONA Cagarras ainda funciona como refúgio para espécies como peixes, crustáceos e moluscos, muitos de importância comercial. Além disso, as ilhas movimentam a economia local através do turismo ecológico”, explica a bióloga marinha Aline Aguiar e responsável técnica do Projeto Ilhas do Rio, do Instituto Mar Adentro.

+ Histórica Villa Aymoré, na Glória, vai sediar câmpus de universidade

O Ilhas do Rio, que há 10 anos vem realizando pesquisas sobre a biodiversidade da região, foi o responsável pela candidatura da Unidade de Conservação carioca. A área proposta vai desde as praias da Zona Sul, como Leblon e Copacabana, até a entrada da Baía de Guanabara, incluindo a Ilha de Cotunduba e Praia Vermelha. 

Continua após a publicidade
Publicidade