Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Iniciativas solidárias do Rio atuam no combate à fome; saiba como ajudar

Para minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus, iniciativas civis arrecadam doações a quem precisa

Por Luiza Maia 16 abr 2021, 16h21

O agravamento da pandemia do novo coronavírus, somado ao término do auxílio emergencial, à crise econômica e ao crescente desemprego, atingiu em cheio a população vulnerável. Segundo levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o número de pessoas no Brasil que vivem abaixo da linha da pobreza quase triplicou entre agosto de 2020 e fevereiro deste ano. Atualmente, 27 milhões de pessoas vivem nessa situação, o que corresponde 12,8% da população brasileira.

Com menos de R$ 250,00 por mês, diversas famílias têm se sustentado neste período – muitas contando com o apoio das doações solidárias. Uma pesquisa do Instituto Data Favela, realizada em fevereiro, mostra que mais de 80% das famílias que moram em comunidades e periferias do país dependem de donativos para se alimentar. Nesse cenário, as ações e campanhas sociais ganham ainda mais relevância para que a comida chegue à mesa de vários lares.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Atuando desde o começo da pandemia, o projeto Prato das Comunidades foi criado para distribuir alimentos às famílias do Complexo do Alemão. Nas redes sociais, Rene Silva, fundador da ONG Voz das Comunidades, tem buscado mobilizar uma corrente solidária para que a campanha possa continuar distribuindo cestas básicas. “Desde fevereiro nós já doamos pelo menos 4 500 cestas de alimentos. Nessa segunda fase da ação, queremos também expandir nosso apoio a outras comunidades que estão precisando bastante”, relata. 

Em 2021, vários projetos sociais acabaram reduzindo o número de ações, porque o número de doações caiu vertiginosamente. Com os anúncios de novos decretos de restrições e o fechamento diversos estabelecimentos, as atenções se voltaram mais uma vez para a necessidade de doar.

Foi assim que o projeto Eu Ajudo como Dá, também criado há um ano, conseguiu mobilizar a Campanha da Tonelada. A fase mais recente, que começou no dia 23 de março, conseguiu arrecadar 3 toneladas de alimentos para distribuição  em dez dias. Mas o projeto não para por aí. “É ótimo ver que muitas pessoas voltaram a contribuir nesse período, mas também é importante lembrar que a demanda é constante, por isso é necessário continuar ajudando”, ressalta a idealizadora da ação, Simone Levy.

Para mobilizar a população carioca em torno desse apoio, a iniciativa Rio Contra a Fome tem criado pontos de coleta nos mais de 250 postos de vacinação da cidade. Na primeira semana de campanha, que teve início no dia 3 de abril, já foram arrecadadas 7 toneladas de alimentos. A iniciativa realizada pela Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio) distribui as doações para organizações parceiras que atuam há pelo menos um ano para reduzir os efeitos da pandemia nas favelas e periferias. Os coletivos interessados em participar podem obter mais informações pelo e-mail juvrio@rio.rj.gov.br e pelas redes sociais.

Confira as formas de ajudar essas e outras iniciativas:

Prato das Comunidades 

Conta bancária:
ONG VOZ DAS COMUNIDADES
Caixa Econômica Federal
Agência: 0198
Conta: 25173-9
Operação: 013
CNPJ: 21.317.767/0001-19

Chave Pix:
21.317.767/0001-19 (CNPJ)

Siga no Instagram e Facebook.

Continua após a publicidade

Eu Ajudo Como Dá

Vaquinha on-line

Chave Pix:
109.111.717-97 (CPF)

Para entregar as doações de casa, entrar em contato:
(21) 98176-3530

Siga no Instagram para conferir todas as seis formas de ajudar.

Sesi Contra a Fome

Lançada pela Firjan SESI na quarta (14), a campanha atenderá as instituições: Viva Rio, o Movimento União Rio e o Caminhão da Misericórdia. A cada R$ 69,03, uma cesta básica será doada.

Para contribuir com a campanha, basta acessar o site, escolhendo doar por Pix ou transferência bancária. 

#Covid19NasFavelas

Campanha organizada pelo Coletivo Papo Reto está angariando recursos para apoiar famílias do Complexo do Alemão através de cestas básicas e itens de higiene.

Doe por transferência bancária:
Associação Coletivo Papo Reto
Banco Santander
Agência: 0925
Conta Corrente: 13001139-8
CNPJ: 33.517.057/0001-11

Chave Pix:
pandemiasemfomepprt@gmail.com
PayPal:
comunicapprt@gmail.com

Continua após a publicidade
Publicidade