Clique e assine por apenas 3,90/mês

Governo prorroga contratos de hospitais federais no Rio

Medida estende 3,5 mil contratos com profissionais de saúde

Por Agência Brasil - 15 out 2020, 10h39

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta (14) o Projeto de Lei de Conversão 38/2020 que autoriza o Ministério da Saúde a prorrogar 3,5 mil contratos com profissionais de saúde que estão trabalhando nos hospitais federais do Rio de Janeiro. A medida vale até 31 de dezembro e foi tomada para permitir a continuidade da prestação dos serviços durante a pandemia da covid-19.

+ Casas Casadas, em Laranjeiras, terão cineclube e empréstimo de filmes

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, o presidente vetou o dispositivo sobre a prorrogação de 12 contratos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) até 31 de dezembro de 2021. O veto ocorreu por questões jurídicas. A medida foi proposta por emenda parlamentar e invadia competência privativa do presidente da República.

+Rede pública estadual do Rio aprovará todos os alunos este ano 

Em nota, o órgão afirmou que o veto não é um ato de confronto ao Legislativo. “Caso o presidente da República considere um projeto, no todo ou em parte, inconstitucional, deverá aplicar o veto jurídico para evitar uma possível acusação de crime de responsabilidade. Por outro lado, caso o presidente da república considere a proposta, ou parte dela, contrária ao interesse público, poderá aplicar o veto político. Entretanto, a decisão final sobre esses vetos cabe ao Parlamento”, detalha o comunicado.

+Coronavírus: Santo Agostinho suspende aulas por suspeita de Covid 

 

+Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade