Clique e assine por apenas 4,90/mês

Explosão de bueiro da Light fere 8 pessoas na Lapa

A companhia foi autuada nesta segunda (26) pelo Procon estadual e tem 15 dias úteis para apresentar sua defesa 

Por Veja Rio com Agência Brasil - Atualizado em 5 dez 2016, 11h03 - Publicado em 26 set 2016, 19h18

A tampa de uma caixa subterrânea da concessionária de energia Light explodiu, por volta da meia-noite do último domingo (25), na Avenida Gome Freire, na Lapa. As chamas chegaram a cerca de dois metros de altura e deixaram oito pessoas feridas, que foram socorridas e levadas para os hospitais Souza Aguiar, Miguel Couto e Copa D’Or, segundo o Corpo de Bombeiros. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, dois dos feridos continuam internados no Centro de Tratamento de Queimaduras do Souza Aguiar. O caso mais alarmante é o de Aline Paes, de 24 anos, que sofreu queimaduras em 50% do corpo. 

+ Pedro Paulo é alvo de alfinetadas durante debate no último domingo (25)

Multa 

A Light foi autuada nesta segunda (26) pelo Procon estadual por causa da explosão. O argumento foram  “as falhas na segurança na prestação do serviço ocorrem há muito tempo e vêm colocando os consumidores em risco”. Segundo nota divulgada pelo Procon, “no mês passado outros três bueiros da Light, um no Centro e dois no Leblon, explodiram”.

A companhia tem 15 dias úteis, contados a partir do recebimento da notificação, para apresentar sua defesa. A concessionária deverá informar as causas do acidente, se foi prestado atendimento aos feridos e se a manutenção periódica nas instalações subterrâneas vem sendo feita. Caso o prazo não seja cumprido ou os argumentos apresentados não sejam aceitos pelo Procon, a empresa será multada, com o valor máximo podendo chegar a R$ 9 milhões.

Publicidade