Clique e assine por apenas 4,90/mês

Estação Central do VLT passa a ter cobrança de passagem

Após mais de uma semana de gratuidade, passageiros passam a pagar a tarifa de R$3,80

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 15 nov 2017, 15h05 - Publicado em 31 out 2017, 15h04

A partir desta quarta (1º), passageiros que embarcarem na estação Central do Brasil do VLT vão passar a pagar passagem. Após uma semana e meia de embarque gratuito, entra em vigor a tarifa de R$ 3,80, como no restante do sistema.

O acesso à Central se dá pela rua Senador Pompeu, à esquerda da Praça Cristiano Ottoni e próximo ao portão 6 da Supervia. Os cartões devem ser validados na entrada da estação e confirmadas no interior dos vagões. Usuários que não validarem o cartão estão sujeitos à multa.

Desde que a estação Central entrou em operação, o sistema já apresentou pico de 57 mil passageiros transportados, o que representa um aumento de 25%. Na linha 2, o trecho entre Praça XV e Central funciona das 6h às 0h e de Central à Rodoviária, das 6h às 20h.

Publicidade