Continua após publicidade

Espaços de trabalho compartilhados viram moda na cidade

Solução para quem não quer investir em local próprio, estações são alvo das empresas especializadas em locação

Por Rafael Sento Sé
20 out 2017, 15h20

Sinal dos tempos: após a onda de temakerias, iogurterias e redutos de cerveja artesanal, parece ter chegado a vez do coworking. Solução para profissionais que não querem, não precisam ou não podem investir em escritório próprio, as estações de trabalho são o alvo das empresas especializadas em locação. A CO.W., de Joinville, passará a ocupar, em novembro, parte da Livraria Cultura, na Rua Senador Dantas (foto acima). Até o primeiro semestre de 2018, a Workhäuss atravessará a ponte aérea com a proposta inusitada de oferecer lugar nos horários ociosos em restaurantes e cafés com preços mais em conta — a partir de 150 reais por mês. As duas enfrentarão um gigante multinacional. A WeWork deve abrir uma unidade no Centro em dezembro e outras duas, em Botafogo e Ipanema, no início do ano que vem.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.