Clique e assine por apenas 4,90/mês

Eduardo Paes troca MDB pelo DEM para concorrer ao governo do Rio

O ex-prefeito vai assinar a ficha de filiação nesta sexta (6) e ainda precisa de liminar na Justiça para viabilizar candidatura

Por Redação VEJA RIO - 5 abr 2018, 13h58

O DEM confirmou nesta quinta-feira (5) a filiação do ex-prefeito do Rio Eduardo Paes para a disputa ao governo do estado. A assinatura da ficha de filiação ocorrerá na sede do partido durante um ato, nesta sexta (6).

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), um dos responsáveis pela negociação de novos filiados ao partido no estado, confirmaram a informação.

O deputado federal Pedro Paulo (MDB-RJ) se muda para nova sigla junto com Paes, que já havia anunciado a saída no ano passado quando o grupo político ao qual pertencia foi atingido pela Operação Lava-Jato. Segundo Cavalcante, o ex-prefeito deve levar até oito prefeitos do interior fluminense ao DEM.

Paes negociou filiação com PSDB e com o PP antes de escolher o DEM a pedido de Maia, que encontra dificuldades de conquistar apoios à sua candidatura à presidência em colégios eleitorais importantes.

Continua após a publicidade

O ex-prefeito precisa ainda de uma liminar judicial para levar a candidatura adiante, pois foi condenado a oito anos de inelegibilidade pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio. Segundo a Justiça, ele houve abuso de poder político-econômico pelo na candidatura fracassada de Pedro Paulo à sucessão de Paes no governo municipal, em 2016.

Publicidade