Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Dia da Saudade: as músicas brasileiras mais gravadas sobre o assunto

Neste sábado (30), é a vez de celebrar a expressão que só existe na língua portuguesa. Ecad fez levantamento das canções sobre o tema

Por Marcela Capobianco 29 jan 2021, 12h21

Você sabia que no dia 30 de janeiro – vulgo, o próximo sábado –  é comemorado o Dia da Saudade no Brasil?

A expressão, inclusive, é bem particular da língua portuguesa e não tem tradução exata em idiomas como o inglês e o francês, por exemplo.

+ Julia Mestre vai homenagear Rita Lee em festival on-line

Para marcar a data, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) aproveitou o próprio banco de dados, um dos maiores da América Latina, para identificar as canções que exaltam a saudade e são as mais gravadas e reproduzidas nos meios de comunicação do país.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Das mais de 14 milhões de obras musicais que constam nos arquivos do Ecad atualmente, foram encontradas 15 006 músicas que trazem a palavra “saudade” no título.

Continua após a publicidade

Chega de Saudade, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, marco da bossa nova, é a mais gravada da história, seguida pelo sucesso sertanejo Saudade de Minha Terra (Goiá/Belmonte), cujos versos De que me adianta viver na cidade/Se a felicidade não me acompanhar/Adeus, paulistinha do meu coração/Lá pro meu sertão quero voltar foram entoados por Sérgio Reis, Daniel e Milionário e José Rico, por exemplo.

+ Musical sobre Nelson Gonçalves encerra curta temporada no Rio neste fim de semana

Completam a lista Ainda Ontem Chorei de Saudade, de Moacyr Franco, Saudades de Matão (Raul Torres/Antenógenes Silva/Jorge Galati) e Saudade da Bahia, de Dorival Caymmi.

O levantamento também apontou as cinco músicas mais tocadas nos principais segmentos de execução pública nos últimos cinco anos com a palavra saudade no título.

Curiosamente a canção-ícone da bossa nova não aparece na listagem.

+ Maria Ribeiro: “Depois de 2020 decidi que inteligente mesmo é o sujeito que sabe amar”

Na liderança figura Ressaca de Saudade, composição de Jonas Alves, Ítalo Poeta e Caninana. Logo em seguida, estão Louca de Saudade (Adrianno/Mauricio Mello), Saudade de Minha Terra (Goiá/Belmonte), Saudade do Caramba (Rodrigo Reys/Rodrigo Oliveira/Bruno Cesar) e “Saudade Nível Hard (Lara Menezes/Victor Hugo/Philipe Pancadinha/Dayane Camargo).

Continua após a publicidade
Publicidade