Clique e assine por apenas 7,90/mês

Cursos virtuais atraem alunos com custos mais baixos e horários flexíveis

Confira algumas opções

Por Elizabete Antunes - Atualizado em 5 dez 2016, 11h00 - Publicado em 15 out 2016, 01h00

Flexibilidade de horário e preço mais em conta. Essas foram as principais razões que levaram Alexandre Lemos, de 37 anos, funcionário da área de controladoria da Companhia Estadual de Gás (CEG), a procurar um MBA a distância. Engenheiro e administrador de empresas, ele queria deixar o currículo mais parrudo, mas os cursos presenciais não se encaixavam na sua atarefada agenda. “O MBA on-line dá maior liberdade. Estou sempre entrando em reuniões de trabalho e, por isso, não posso ficar preso dentro de uma sala de aula”, diz Lemos, que, desde o início do ano, se dedica ao curso de finanças, controladoria e auditoria da Fundação Getulio Vargas (FGV). “Só preciso ir à escola para fazer as provas. Mesmo assim, há muitas opções de horário.” Formado em administração pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), em 2015, e em engenharia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 2004, Lemos aposta que uma pós-graduação vai fazer diferença no seu plano de carreira. “Meu propósito é avançar na empresa. E um MBA abre portas.” A escolha do ensino a distância também é mais econômica. Lemos desembolsou 16 000 reais pelos oito módulos, que equivalem a treze meses de estudo. Se não fosse on-line, o curso sairia por 27 000 reais e teria duração de dezoito meses.  

+ Escolas criam cursos com aulas para criação e programação de apps

+ Aula com refugiados é uma boa opção para quem quer aprender um idioma

Ao contrário do que acontecia década atrás, quando o ensino a distância era pouco reconhecido, atualmente mais de 360 universidades brasileiras oferecem a modalidade. “O formato ganha importância na medida em que a qualidade aumenta e mais instituições investem na área”, afirma Davino Pontual Machado, vice-presidente de marketing, relações institucionais e serviço ao aluno da Ilumno, mantenedora da Universidade Veiga de Almeida (UVA), instituição carioca que mantém cursos virtuais — Estácio e Candido Mendes fazem parte do grupo. “O ensino a distância e a virtualização da educação são o futuro. Num curto espaço de tempo, não faremos mais distinção entre o ensino presencial e o on-line. Essa é a evolução pela qual o ensino superior já vem passando em outros países, e nossa experiência na América Latina comprova isso”, explica Machado. Seja pela economia, seja pela qualidade ou, ainda, pela praticidade, as aulas remotas são uma tendência que veio para ficar.

ESPM ☎ 2216-2000. Estácio ☎ 0800-021-3737. Fundação Getulio Vargas (FGV) ☎ 3799-6676.  Universidade Veiga de Almeida (UVA) ☎ 2574-8888 e 0800-024-6172. Universidade Candido Mendes ☎ 3543-6537. 

Publicidade