Clique e assine por apenas 3,90/mês

Crivella cobrirá trecho da linha férrea entre Central e Maracanã

Estimada em R$ 8 bilhões e financiada pela iniciativa privada, a obra foi confirmada pela prefeitura nesta terça (28)

Por Redação Veja Rio - 28 nov 2017, 13h12
Central do Brasil
Redação Veja rio/Divulgação

Uma cobertura de concreto com 1 milhão de metros quadrados e 15 metros de altura será criada no trecho da linha férrea entre a Central e o Maracanã. Estimada em R$ 8 bilhões e financiada pela iniciativa privada, a obra foi confirmada pela prefeitura nesta terça (28), quando o prefeito Marcelo Crivella assinou uma carta de intenções relacionada à iniciativa.

Financiador do projeto, o grupo imobiliário russo Olympic City Group tem agora seis meses para apresentar um estudo de viabilidade técnica e econômica das intervenções. A intenção da prefeitura é que as obras comecem no início de 2019. O financiamento será feito por meio de uma operação urbana consorciada, mesmo formato utilizado no Porto Maravilha. Nessa modalidade, o ente privado paga pelas obras tem direito a explorar financeiramente os espaços após a conclusão dos trabalhos.

Shoppings, condomínios do Minha Casa, Minha Vida e apartamentos de luxo são alguns dos empreendimentos cogitados pelo grupo russo para a área que cobrirá os trilhos da Supervia. A prefeitura afirmou que a iniciativa será a primeira de um projeto batizado de Rio Sem Muros, que pretende tornar subterrâneo o trecho de linha férrea entre Méier e Santa Cruz.

Publicidade