Clique e assine por apenas 4,90/mês

Crivella antecipa reabertura de comércio de rua para este sábado (27)

Fase três da retomada das atividades inclui lojas, salões, barbearia e manicures; academias, bares e restaurantes voltam a abrir no dia 2

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 26 jun 2020, 20h19 - Publicado em 26 jun 2020, 20h04

Parte das atividades que seriam retomadas na terceira etapa do plano de retomada econômica do município, prevista para o dia 2, serão antecipadas para este sábado  (27). O prefeito Marcelo Crivella anunciou, no fim da tarde desta sexta (26), que comércio de rua, salões, barberias e serviços de manicure vão poder abrir entre 11h e 17h – todos com a restrição de atender seus clientes com um terço da capacidade.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O horário foi estabelecido para não coincidir com o funcionamento dos shoppings, que continuam autorizados a abrir entre 12h e 18h – a ideia é que haja uma distribuição melhor das atividades, sem maiores impactos na circulação de pessoas. Nos salões, estão proibidas as atividades simultâneas no mesmo cliente – ou seja: manicure e pedicure ao mesmo tempo? Não pode. A retomada do funcionamento das lojas foi antecipada, segundo Crivella, porque as curvas do coronavírus estão caindo na cidade. “Dia 25 de junho, na cidade do Rio, nós tivemos 164 sepultamentos. No mesmo dia no ano passado tivemos 200. Ontem, foram 36 sepultamentos a menos do que no dia 25 de junho de 2019, o que mostra realmente que as curvas estão caindo”, disse.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

“Além disso, nossos leitos de UTI e de enfermaria estão com muito mais vagas. Domingo agora chega mais um voo da China com 190 respiradores e 150 monitores entre outros equipamentos para os nossos hospitais. Por isso temos condições de anunciar mais uma etapa dessa reabertura”. O cronograma original será mantido para a retomada de atividades de academias, bares e restaurantes: a princípio, eles só poderão reabrir na próxima quinta (2), dentro do “novo normal”.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

De acordo com as novas regras, academias não terão limite de horários, mas alunos terão que pré-agendar horários, já que a lotação será limitada para evitar aglomerações. Equipamentos de  difícil higienização, como os de crossfit que usam cordas, não poderão ser utilizados.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Bares, restaurantes e lanchonetes só poderão receber 50% da capacidade de clientes e não terão restrição em relação ao horário da abertura, mas terão que seguir uma espécie de “toque de recolher”: as portas terão que fechar às 23h.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

A recomendação é que, dentro do possível, sejam priorizados os espaços externos, como varandas. A execução de música ao vivo continua proibida, assim como o esquema de self service. Todas as restrições valem também para os quiosques das praias.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
+Vacinação contra a gripe chega aos últimos dias
+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

+Supermercados do RJ tiram de circulação 2 bilhões de sacolas plásticas

Publicidade