Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Covid? Que Covid? Rio tem festas lotadas no fim de semana

Aglomerações sem proteção foram vistas por toda a cidade em meio à pandemia do coronavírus e da alta de casos de contaminação

Por Cleo Guimarães 23 nov 2020, 15h24

Os números parecem não assustar ninguém: com aumento de 153% na média móvel de mortes no estado do Rio e taxas de contágio pela Covid-19 subindo pelo sexto dia seguido, cariocas e turistas aproveitaram o fim de semana prolongado e lotaram festas, shows e rodas de samba pela cidade. Imagens que circulam pelas redes sociais mostram aglomerações em vários pontos do Rio – festas e pistas de dança estão liberadas na cidade desde o início de novembro, mas o uso de máscara e o distanciamento social ainda são, teoricamente, obrigatórios.

Ana Couto: ‘É preciso acabar com a ideia do carioca ixxperto’, diz designer

A festa Trinni, no feriado de sexta (20), lotou mais uma vez a boate Vitrinni, na Barra – a casa foi multada e chegou a ser interditada em outubro pela prefeitura. Dias depois, Marcelo Crivella, candidato à reeleição, anunciou que, por causa das altas taxas de inadimplência, multas aplicadas durante a pandemia seriam anistiadas. Em sua página no Instagram, a boate afirma que trabalha com capacidade reduzida e que respeita as normas de  segurança.

Pretinho da Serrinha e Pedro Mariano tocam na Cinelândia

Festas, bailes funk e rodas de samba com aglomeração também foram registradas em São Conrado, em outros pontos da Barra, na Ilha da Gigoia, em Copacabana, na Cidade de Deus, no Engenho de Dentro e em Madureira. Na Marina da Glória, milhares de pessoas aparecem sem proteção em vídeos gravados na Love Park, que ficou lotada.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Procurada por VEJA RIO, a organização da festa afirma que ela é “regulamentada e com todos os protocolos oficiais sendo seguidos corretamente” e que o fim de semana foi atípico por causa do feriado. Anuncia ainda que irá redobrar as atenções “para que a situação não se repita nos próximos eventos”, marcados para a primeira semana de dezembro. Entre as atrações anunciadas, estão os Paralamas do Sucesso e o cantor Bell Marques. Os dois  shows foram adiados porque integrantes da equipe técnica (dos Paralamas) e o próprio Bell testaram positivo para a Covid-19.

Continua após a publicidade
Publicidade