Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Coronavírus: Rio registra a maior média móvel de infectados desde agosto

No que diz respeito à média de mortes, no entanto, houve uma estabilidade após 13 dias em ascensão

Por Carolina Barbosa 1 dez 2020, 13h36

Diante de um cenário de contaminações que assusta especialistas, o estado do Rio registrou 1 038 novos diagnósticos do novo coronavírus e 29 mortes nesta segunda (30), segundo o último boletim divulgado pelo governo do estado. Com a atualização dos dados, a média móvel de casos torna-se a maior desde o fim de agosto, chegando a  2 238 casos, um aumento de 42% se comparado a duas semanas atrás.

+Coronavírus: alarmados, cientistas da UFRJ pedem veto a praias e eventos

+Rio tem 93% das UTIs para covid-19 ocupadas no SUS

No que diz respeito à média de óbitos, no entanto, o cenário deu uma estabilizada após treze dias, com 80 mortes diárias, o que demonstrou uma queda de 1% na estatística. No total, o território fluminense contabiliza 354 354 de contaminados e 22 590 óbitos desde o início da pandemia, em março.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade