Continua após publicidade

Coronavírus: Rio registra a maior média móvel de infectados desde agosto

No que diz respeito à média de mortes, no entanto, houve uma estabilidade após 13 dias em ascensão

Por Carolina Barbosa Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
1 dez 2020, 13h36

Diante de um cenário de contaminações que assusta especialistas, o estado do Rio registrou 1 038 novos diagnósticos do novo coronavírus e 29 mortes nesta segunda (30), segundo o último boletim divulgado pelo governo do estado. Com a atualização dos dados, a média móvel de casos torna-se a maior desde o fim de agosto, chegando a  2 238 casos, um aumento de 42% se comparado a duas semanas atrás.

+Coronavírus: alarmados, cientistas da UFRJ pedem veto a praias e eventos

+Rio tem 93% das UTIs para covid-19 ocupadas no SUS

No que diz respeito à média de óbitos, no entanto, o cenário deu uma estabilizada após treze dias, com 80 mortes diárias, o que demonstrou uma queda de 1% na estatística. No total, o território fluminense contabiliza 354 354 de contaminados e 22 590 óbitos desde o início da pandemia, em março.

Continua após a publicidade

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.