Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: Rio pode ter 24 mil casos em abril, se não houver prevenção

A região fluminense registra o primeiro paciente infectado em estado gravíssimo

Por Carolina Barbosa - Atualizado em 16 mar 2020, 15h10 - Publicado em 16 mar 2020, 10h58

O Rio registra o primeiro paciente com Coronavírus em estado gravíssimo, segundo a Secretaria estadual Saúde. Trata-se de um médico, de 65 anos, que apresentou sintomas de febre, tosse, dificuldades respiratórias no último dia 11. Ele não viajou recentemente e tampouco teve contato direto com casos confirmados e suspeitos.

Caso a população não siga as medidas preventivas anunciadas pelo governo, a previsão é de que até meados de abril o número de infectados no Rio chegue a 24 000 casos. “As pessoas só devem sair de casa agora se tiverem que trabalhar, não conseguirem em home office, se forem comprar comida ou remédio ou se tiverem que ir ao médico. Com exceção desses casos, as pessoas devem ficar em casa. Se essa medida for tomada, a transmissão deixa de ser de um para três e passa a ser de um para um. Com isso, podemos ficar com três mil ou quatro mil casos”, apelou o secretário de Saúde Edmar Santos em entrevista ao “Bom dia Rio” na manhã desta segunda (16).

+Coronavírus: Witzel baixa decreto que limita funcionamento de restaurantes

+Pontos turísticos fazem restrições para evitar disseminação de coronavírus

Continua após a publicidade

No último sábado, o Rio chegou a 24 pessoas infectadas pelo novo Coronavírus e outros 76 casos suspeitos foram detectados. Uma das preocupações, no momento, é a falta de leitos, de acordo com o secretário. Por conta disso, o Estado deve abrir mais vagas em 30 ou 40 dias e, paralelamente, está em negociação com setor privado para que cedam mais leitos. ” Se nada for feito no sentido de as pessoas obedecerem as determinações de ficar em casa, a gente dentro de um mês pode ter 24 000 casos”, reforçou o secretário, que afirmou não haver um leito de UTI disponível na rede estadual nesta segunda (16).

Publicidade