Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: Rio terá a primeira Páscoa virtual da História

A cerimônia de lava-pés, nesta Quinta-Feira, não será realizada; vazias, as missas rezadas pelos padres serão transmitidas pelos canais da Arquidiocese

Por Cleo Guimarães - 9 abr 2020, 13h52

A Páscoa deste ano não será como a que passou. Por causa das medidas de distanciamento social impostas pela pandemia de coronavírus, a Arquidiocese tomou algumas decisões para não deixar os fiéis desassistidos – mas sem que haja aglomerações ou interações. Será a primeira Páscoa virtual da Historia. A cerimônia de lava-pés, nesta Quinta-Feira, não será realizada, e todas as missas nas paróquias serão feitas somente com a presença dos padres (os veículos oficiais da Arquidiocese – a Rádio Catedral e a Web TV Redentor transmitem, assim como as redes sociais dos religiosos).

O Mito da Caverna: que mensagem Mandetta quis passar ao citar Platão?

A liturgia do Beijo na Cruz, na Sexta-Feira Santa, também sofre modificações: ela será feita por Dom Orani em ambiente fechado, com transmissão online. Já no domingo de Páscoa, Padre Omar, reitor do Santuário do Cristo Redentor, vai dar a bênção à cidade do Rio num sobrevoo de helicóptero, às 15h. Neste momento, os sinos de todas as igrejas da cidade vão tocar.

+ Para receber a Veja Rio em casa, é só clicar aqui.

O carioca está muito solidário neste momento difícil”, diz Padre Omar. Ele cita o exemplo de um empresário que doou, temporariamente, toda a sua padaria, no Santuário de Fátima, no Recreio, para que sejam produzidos e distribuídos pães para a população. “São mais de 5 mil pãezinhos por dia, mata a fome de muita gente, é uma bênção”.

Continua após a publicidade
Publicidade