Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Coronavírus: Festa no Leblon para 2 mil pessoas é interditada; veja vídeo

Aglomeração e falta do uso de máscaras: 'regras de ouro' foram solenemente ignoradas desde as 14h. Fiscalização chegou à noite, após denúncias

Por Cleo Guimarães 30 dez 2020, 11h54

Era o equivalente a quatro festas do Neymar num só lugar. O evento de música eletrônica Revolution, no Faro Beach Club, havia começado às 14h desta terça (29), mas só à noite (no ápice da lotação), bombeiros, fiscais da Vigilância Sanitária e Policiais Militares foram à casa de festas, na Avenida Niemeyer, para checar as denúncias que não paravam de chegar à secretaria de Defesa Civil.

Galvão Bueno sobre Neymar: ‘Este cidadão está agindo de forma absurda’

O que se viu ali, no dia em que o número de mortes em decorrência do coronavírus chegou a 14 663 somente na cidade do Rio, foram todas as irregularidades possíveis para um único evento. A começar pela aglomeração de 2 000 pessoas – a maioria delas, pelo menos 80% dos presentes, não usava proteção facial.

Festas do Neymar: Mangaratiba descobre venda de comprovantes de residência

A Vigilância Sanitária interditou a festa e aplicou três multas aos seus organizadores: duas gravíssimas (uma por aglomeração e outra por falta de uso de máscaras), cada uma de aproximadamente R$ 15 mil. A terceira foi por falta de licença sanitária.

Réveillon: Procon dá dicas a consumidor sobre festas canceladas

Continua após a publicidade

O clube, no Leblon, já tinha sido notificado em novembro, quando também realizou evento sem autorização. Como é reincidente, o estabelecimento pode ser fechado e ter o alvará cassado.

Continua após a publicidade
Publicidade