Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: quase 400 carros são rebocados; fiscais interditam sete bares

Praias voltam a ficar lotadas, e estabelecimentos da Dias Ferreira (Leblon) e Olegário Maciel (Barra) foram obrigados a fechar as portas no fim de semana

Por Cleo Guimarães - 14 set 2020, 11h35

Foi frenético o vai e vem de rebocadores na orla neste sábado (12) e domingo (13), no primeiro fim de semana de vigência das novas medidas restritivas decretadas pelo prefeito Marcelo Crivella. Para tentar evitar aglomeração nas praias, estacionar na orla voltou a ser proibido e 386 carros e motos, flagrados ocupando vagas ilegais, foram levados para os depósitos municipais (em São Cristóvão e no Recreio). Para reavê-los, motoristas terão de pagar multa de R$ 195, além das tarifas de reboque.

Covid-19: Fiocruz indica permanência de alta letalidade no Rio

Em Copacabana, Barra, Recreio e Ipanema, oito barraqueiros foram multados por oferecerem barracas e cadeiras de praia aos banhistas – talvez a ilegalidade praticada com maior frequência (e sem a menor cerimônia) na faixa de areia das praias, que voltaram a ficar lotadas.

cadeiras para alugar nas praias
Ipanema, domingo (13) de manhã: aluguel de barracas e cadeiras nas praias continua proibido Clarice Lins/Reprodução

No fim de semana em que foi registrado o dia mais quente do inverno – no sábado (12) a temperatura bateu os 40°C, e no domingo chegou a 32°C – cariocas e turistas voltaram a protagonizar cenas de desrespeito às normas também em festas não permitidas e aglomerações na porta de bares e restaurantes. 

Sem pipoca, sem filme: cinemas do Rio não vão reabrir sem bombonière

De acordo com as novas regras publicadas em decreto na sexta (11), beber nos arredores destes estabelecimentos, desde que não esteja acomodado em mesas em cadeiras, é passível de multa e interdição para ambulantes e para os próprios bares.

Fiocruz vai testar eficácia da vacina contra tuberculose para covid-19

Entre a noite de sábado (12) e a madrugada de domingo (13) foram fiscalizados estabelecimentos e polos gastronômicos em diversos pontos da cidade, entre eles Leblon, Copacabana, Praça São Salvador, Urca, Praça Varnhagem (Tijuca), Praça Verdum (Grajaú), Avenida Olegário Maciel (Barra), Recreio e Ponto Chic (Padre Miguel).

Multa: bares com aglomeração ou oferta de bebida alcoólica fora das normas também foram autuados Prefeitura do Rio/Divulgação

Ao final da operação, 14 bares foram multados e 7 interditados – quatro deles na Barra (pela venda de bebida fora do horário), dois na Rua Dias Ferreira, no Leblon (por aglomeração) e um na Tijuca (fiscais encontraram 30kg de alimentos sem condição de consumo). O valor da multa, agora mais severa, é de R$ 13 mil, passando para o dobro em caso de reincidência. Uma festa clandestina em clube no bairro do Anil, na Zona Oeste, e um evento em hotel do Leblon, na Zona Sul também foram flagrados pela Secretaria de Ordem Pública na madrugada deste domingo.

Continua após a publicidade
Publicidade