Clique e assine por apenas 3,90/mês

Comunidades da Zona Sul têm dia de operação das Forças Armadas

Quase dois mil homens participam de ação na Babilônia e no Chapéu Mangueira

Por Redação VEJA RIO - 21 jun 2018, 16h14

As Forças Armadas e a Secretaria de Segurança realizam nesta quinta (21) uma operação nas comunidades da Babilônia e do Chapéu Mangueira, na Zona Sul. A localidade chamada Pedra do Urubu, que fica entre o Chapéu Mangueira e o Morro da Urca, foi tomada por militares do Exército, do Corpo de Bombeiros e da PM. Os agentes utilizam cães farejadores, detectores de metal de objetos para escavação e fazem varreduras em toda a região.

Na operação, estão sendo empregados 1.800 militares das Forças Armadas, 50 policiais militares e duas equipes de bombeiros militares com cães, apoiados por meios blindados, helicópteros e equipamentos de engenharia. Pela primeira vez, a Marinha do Brasil foi utilizada para patrulhar a costa do Morro da Urca para evitar acesso e fuga.

Algumas ruas e acessos na região poderão ser interditados e setores do espaço aéreo poderão sofrer restrições momentâneas para aeronaves civis. Segundo a assessoria do Comando Conjunto, estas ações ações foram deflagradas pela intervenção federal na segurança.

Publicidade