Continua após publicidade

Como o Governo Federal vai apoiar a cidade do Rio após fortes chuvas

Presidente Lula envia comitiva para uma reunião, marcada para esta terça (16) no Palácio Guanabara, com oito prefeitos de cidades atingidas e o governador

Por Da Redação
15 jan 2024, 15h53

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou ao Rio uma comitiva de integrantes do governo federal para uma reunião, marcada para esta terça (16), com oito prefeitos de cidades atingidas pelas fortes chuvas que caíram no estado nos últimos dias. Ao menos doze pessoas morreram em consequência dos temporais. O encontro está previsto para acontecer às 10h, no Palácio Guanabara, e contará também com a presença do governador Cláudio Castro (PL), que estava na Flórida e antecipou o retorno das férias. A comitiva do governo federal será composta pelo ministro da Integração Nacional, Waldez Góes; e pelos secretários de Defesa Civil, Wolnei Barreiros; e de Assuntos Federativos, André Ceciliano.

+ Temporal do fim de semana afeta abastecimento de água no Rio

Desde sábado (13), foram registrados mais de 340 salvamentos relacionados às chuvas, em
todo o estado, segundo o Corpo de Bombeiros. Nas últimas 24 horas, foram cerca de 100
ocorrências referentes a salvamentos de pessoas, inundações/alagamentos, cortes de árvores
e desabamentos/deslizamentos.  O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse neste domingo (14) que recebeu ligação de Lula para tratar dos estragos causados pela chuva na cidade. De acordo com Paes, o presidente colocou recursos federais à disposição da prefeitura. “Acabei de receber ligação pessoal do presidente Lula colocando recursos federais à disposição da  cidade do Rio. Já apresentei a ele os projetos que temos para a recuperação da bacia do Rio Acari“, afirmou Paes em uma rede social.

+ Vídeo: bombeiros levam grávida de barco até hospital durante enchente

Em nota, a Presidência da República informou que, além de Eduardo Paes, Lula também telefonou para o prefeito de Belford Roxo, Wagner Carneiro, e “garantiu todo o apoio do Governo Federal ao trabalho das prefeituras e assistência da população atingida pelas chuvas”. O Planalto também informou que Lula também acionou os ministros Waldez Góes e Wellington Dias, do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, para acompanharem os trabalhos das equipes de assistência e de infraestrutura. “O ministro Waldez deve viajar à região com uma equipe do Governo Federal para acompanhar a situação e encaminhar as medidas de auxílio aos afetados pelas chuvas”, informa o comunicado.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

De acordo com Waldez Góes, o governo pode ajudar a região com compra de alimentos e água potável, assistência humanitária e também para restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura pública destruída ou danificada pelo desastre. Já Wellington Dias se disse solidário às famílias afetadas e anunciou em uma rede social que a pasta está trabalhando para ajudar as autoridades locais a acolher as pessoas atingidas pelos estragos causados pelas chuvas: “Orientei a decretação de emergência e devemos fazer a antecipação do pagamento do Bolsa Família para todos os beneficiários que estejam nas áreas de risco. Também seguiremos integrados com o ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, sob comando do presidente Lula, para definirmos as próximas medidas“, afirmou.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.