Clique e assine com até 65% de desconto

Comlurb coleta 6,4 toneladas de peixes mortos

A operação, realizada na Baía de Guanabara e na Ilha do Governador no sábado(28), contou com 16 garis, um caminhão compactador e um poliguindaste

Por Redação VEJA RIO 30 abr 2018, 13h13

A Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) recolheu 6,4 toneladas de sardinhas mortas na Baía de Guanabara e nas areias de praias da Ilha do Governador, no sábado (28).

A Comlurb afirmou em nota que mobilizou uma 16 garis, um caminhão compactador e um poliguindaste para fazer a limpeza nos locais. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) informou que vai enviar uma equipe para vistoriar a região. De acordo com o órgão, a “situação é decorrente de descarte de barcos pesqueiros”.

Publicidade