Clique e assine por apenas 7,90/mês

Centro de Operações Rio tem o quarto chefe em oito meses

De acordo com a prefeitura, a troca se deu por razões administrativas

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 15 ago 2017, 17h43 - Publicado em 15 ago 2017, 16h13
Centro de Operações Rio
Divulgação/Divulgação

A terça (15) foi de troca de comando no Centro de Operações Rio (COR). Marcos Landeira, que ocupava o cargo de chefe-executivo desde junho, foi substituído interinamente por Rodrigo Bisolli, superintendente operacional da Defesa Civil.

De acordo com a prefeitura, a troca se deu por razões administrativas. Com a mudança, o COR terá seu quarto chefe desde janeiro, quando Crivella assumiu o município. De lá para cá, já tocaram o órgão Pedro Junqueira, Alexandre Galderma e Landeira.

O funcionário dispensado hoje havia assumido o COR após fortes chuvas que alagaram toda a cidade. Bissoli, que ficará em seu lugar, tem envolvimento desde 2012 com o centro de operações, onde atuou presencialmente em situações de emergência e durante a Rio 2016.

Pela manhã, Crivella chegou a anunciar que um engenheiro do IME substituiria Landeira no comando do COR, sem citar seu nome. O indicado seria Luiz Ernesto Krau que, em entrevista ao Globo, informou que não aceitou o convite por razões pessoais.

Publicidade