Clique e assine por apenas 4,90/mês

Cemitérios organizam ações solidárias para o Dia de Finados

Com o apoio de Cissa Guimarães e do técnico Abel Braga, campanha A Vida Não Para será lançada neste feriado no cemitério da Penitência

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 31 out 2017, 17h04 - Publicado em 30 out 2017, 20h56

Nesta quinta-feira (2), Dia de Finados, dois cemitérios cariocas organizam ações solidárias com o intuito de amenizar a dor dos enlutados. No Caju, o Cemitério da Penitência promove o lançamento da campanha A Vida Não Para, que mostra a importância de se seguir em frente após a perda de um ente querido. Já o cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, reúne uma homenagem aos policias militares mortos no ano e até um manifesto de balé.

Contando com o apoio de personalidades como Cissa Guimarães e o técnico Abel Braga, a ação A Vida Não Para tem parceria com o Grupo Amigos Solidários na Dor do Luto (ASDL), e contará com reuniões semanais gratuitas de apoio e orientação.

“Eu tive uma perda há pouco tempo e acho muito importante que as pessoas conheçam esse trabalho maravilhoso, entendam e nunca se esqueçam de que a vida não para”, afirma Abel Braga, que apenas quatro dias depois da perda do filho João Pedro, de 19 anos, comandou o time do Fluminense em uma partida pelo Campeonato Brasileiro de futebol. 

A programação terá ainda a presença do cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, que ministrará uma missa às 8h na Capela histórica do cemitério.

Continua após a publicidade

No cemitério Jardim da Saudade de Sulacap, os visitantes serão recebidos com o concerto-manifesto “Paz para o Rio”, da Orquestra da PMERJ. Às 11h, o arcebispo Dom Orani também estará presente ministrando uma missa em homenagem aos mais de cem policiais assassinados este ano no Rio. Os familiares das vítimas serão convidados a vestir camisetas com a palavra paz.

Após, com curadoria de Ana Botafogo, haverá também um espetáculo-manifesto de balé com dançarinos do Theatro Municipal. A apresentação foi feita especialmente para a data e reunirá coreografias clássicas como Cisne Negro, Spartacus, A Bela Adormecida e O Corsár.

Sallum/Divulgação
Publicidade