Clique e assine com até 65% de desconto

Carnaval: TV Globo ainda aguarda OK da Liesa para desfiles em julho

Emissora tem exclusividade na transmissão do evento e só o colocará na grade quando a Liga der certeza de sua realização, que depende da vacina

Por Cleo Guimarães Atualizado em 20 nov 2020, 13h12 - Publicado em 20 nov 2020, 12h59

Na última segunda (16), representantes das escolas do Grupo Especial decidiram, em plenária na Liesa, que os desfiles no Sambódromo aconteceriam nos dias 11 e 12 de julho de 2021 – desde que a vacina contra a Covid-19 já esteja sendo aplicada em larga escala. O anúncio foi recebido com festa pela comunidade carnavalesca, mas a verdade é que ainda não há nada definido. Sobram incertezas neste cenário.

‘PSOL vai levar pedofilia às escolas com o Paes’, diz Crivella; veja vídeo

A vacina é o ponto inicial das decisões que serão tomadas, e a TV Globo, maior parceira comercial da Liga e dona da exclusividade na transmissão dos desfiles até 2025, precisa concordar com a data proposta pela Liesa para que a festa aconteça no período planejado. Oficialmente, nada andou em relação a esta data proposta.

Veja Rio Recomenda: arte negra, cinema francês e nova exposição

A Globo, como detentora dos direitos de transmissões do Carnaval, aguarda o anúncio oficial da Liesa sobre os desfiles para então planejar sua cobertura”, afirmou a VEJA RIO o departamento de comunicação da TV, que injeta R$ 2 milhões anuais em cada escola de samba do Grupo Especial.

Projeto de lei que regulamenta mesas e cadeiras na rua é aprovado

Continua após a publicidade

A grande questão é que não há previsão para a oficialização das datas. Presidente da Liesa, Jorge Castanheira diz que só será possível fazer este anúncio quando souber com exatidão em que mês a vacina vai estar disponível para a população. “O desconhecido da doença faz com que a gente vá fazendo tudo com calma. Estamos ouvindo a ciência, em contato direto com a Fiocruz”.

Os bares vencedores do prêmio Comer & Beber 2020/2021

De acordo com Castanheira, a Globo participou virtualmente de uma reunião com a Liga, e também com representantes do governo estadual, além do deputado Dr. Luizinho (PP-RJ). Ele é autor do projeto de lei que sugere remarcar o feriado nacional de Carnaval para o período entre 9 e 12 de julho. Caso seja aprovado, unificaria as festas em todo o país – o que é visto com bons olhos pela emissora, que transmitiria o carnaval de São Paulo na sexta (9) e no sábado (10), e o do Rio, no domingo (11) e na segunda, (12), como tradicionalmente faz.

Os restaurantes vencedores do prêmio Comer & Beber 2020/2021

A Globo também precisa de tempo hábil para encaixar a transmissão dos desfiles na sua grade e ir ao mercado buscar patrocinadores. “Eles investem muito alto no Carnaval e nós estamos fazendo o que podemos para resolver tudo assim que possível, mas a vacina é essencial. Não adianta ir à frente e depois retroceder”, diz Castanheira, que vem sendo criticado publicamente por Gabriel David, conselheiro da Beija-Flor. “A Liesa é muito lenta”, diz.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade