Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

De olho no calote: apenas 15% dos cariocas pagaram multa por não usar máscara

Foram emitidas 8 388 multas desde o começo da fiscalização, em 2020, até 8 de outubro deste ano

Por Redação Atualizado em 25 out 2021, 18h57 - Publicado em 25 out 2021, 18h54

Com quase 65% da população completamente vacinada contra a Covid-19, a cidade do Rio pode ter o uso de máscaras facial liberado já nesta terça (26). No entanto, há quem desde o início da pandemia não tenha respeitado a obrigatoriedade deste decreto. Segundo o balanço da Secretaria de Ordem Pública (Seop), mais de 15 000 cariocas foram flagrados sem a máscara de 5 junho de 2020 a 30 de setembro de 2021.

+ Os atrasados: 230 000 cariocas não tomaram a 2ª dose contra a Covid-19

O número de casos registrados foi similar nos dois anos – em 2020, foram 7 555, enquanto 7 534 foram contabilizados em 2021. Uma das ocorrências registradas foi do próprio prefeito Eduardo Paes em maio deste ano, após ser visto cantando sem máscara em um bar no Centro do Rio. A multa aplicada, com valor de R$ 562,42, foi quitada pelo prefeito.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

O balanço da Seop, responsável pelas autuações, apresenta diferenças dos dados do Instituto de Vigilância Sanitária (Ivisa). Segundo a última pasta, foram emitidas 8 388 multas por falta do uso da máscara do começo da fiscalização até 8 de outubro deste ano. Desse total, somente 1 277 foram pagas – ou seja, apenas cerca de 15% dos autuados.

+Prefeitura prevê liberar máscaras em locais fechados em 15 de novembro

De acordo com a Ivisa, a responsabilidade por noticiar a ocorrência é da Guarda Municipal (GM-Rio), no prazo de cinco dias, para que o documento da penalização seja redigido.

Continua após a publicidade

Publicidade