Clique e assine por apenas 7,90/mês

Biólogo é morto por bala perdida no dia do aniversário

Eduardo Pichinine Branco foi atingido na barriga quando celebrava seus 26 anos no bairro Engenho Novo

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 8 jan 2018, 14h01 - Publicado em 8 jan 2018, 14h00

Morreu neste domingo (8) o biólogo Eduardo Pichinine Branco, atingido por uma bala perdida, no sábado (6), no Engenho Novo, quando comemorava seu aniversário de 26 anos. Ele foi ferido na barriga dentro da Escola Municipal Doutor Mário Augusto, no Morro São João. Segundo parentes que estavam com o jovem no momento, foram ouvidos dois disparos e, em seguida, encontraram o rapaz ferido. O jovem foi levado ainda com vida ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, onde faleceu um dia depois.

A Polícia Militar esclareceu que não houve operação policial nem foram registrados confrontos entre criminosos na região no momento do crime. A Divisão de Homicídios (DH) investiga o caso. O corpo de Eduardo está no Instituto Médico-Legal (IML).

Publicidade