Clique e assine por apenas 3,90/mês

Batedores do VLT devem sair de cena até dezembro

Os primeiros testes sem os batedores começaram na última semana. Retirada será aos poucos

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 11h00 - Publicado em 10 out 2016, 17h16

Em operação há quatro meses, o VLT já começou a ter seus primeiros testes sem os motociclistas que costumam abrir caminho para o veículo passar. Desde a última semana já é possível ver alguns deles circulando sem os batedores, fora dos horários de pico, é claro.

+ Novo trecho do VLT será inaugurado em novembro

A ideia é que até dezembro eles saiam de cena de vez, gradativamente. 

Com apenas uma linha em funcionamento, que faz o trajeto entre a Rodoviária Novo Rio e o Aeroporto Santos Dumont, o novo meio de transporte já carregou 2,7 milhões de passageiros. O pico, de acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, foi registrado durante a Olimpíada, quando o VLT chegou a transportar 36 000 pessoas por dia. Atualmente, a média diária varia entre 20 e 25 000 usuários, segundo a prefeitura.

Continua após a publicidade
Publicidade