Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Banda de Ipanema adia desfile de Carnaval para 2023

"Não podemos desfilar enquanto pessoas continuarem morrendo de Covid-19", afirma o presidente do bloco carioca, realizado desde 1964

Por Da Redação Atualizado em 26 abr 2021, 12h33 - Publicado em 26 abr 2021, 12h29

O tradicional bloco, que desde 1964 embala os cariocas durante a folia, anunciou que o Carnaval de 2022 ainda não será o momento para retornar às ruas. 

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

“A simples e tão desejada vacinação não credencia ninguém à aglomeração. Todos os cuidados deverão ser mantidos integralmente. Não podemos desfilar enquanto pessoas continuarem morrendo de Covid-19. Vamos esperar pelo carnaval de 2023. Pode ser que até lá, tudo se resolva. Mas, em 2022, a situação ainda será de riscos“, afirmou o presidente do grupo, Claudio Pinheiro, para a coluna de Ancelmo Gois, do Jornal O Globo.

+ Covid-19: Rio inicia vacinação dos grupos prioritários entre 59 e 57 anos

No meio das incertezas quanto a realização ou não do evento no próximo ano, a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (Secec) anunciou que vai destinar R$ 4 milhões para escolas de samba e blocos do Rio. Dois editais de premiação para projetos de apresentações com transmissão pela internet foram lançados como uma tentativa para atenuar os efeitos do cancelamento da folia em 2021 e gerar renda para os profissionais do setor.

Continua após a publicidade
Publicidade