Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Com avanço da vacinação, mortes por Covid-19 no Rio têm queda de quase 80%

Segundo balanço divulgado nesta sexta (16), onze regiões da cidade possuem risco moderado da doença. Prefeitura mantém medidas restritivas até 26 de julho

Por Luiza Maia 16 jul 2021, 12h48

Enquanto o índice de cariocas vacinados contra a Covid-19 avança, os dados já mostram os reflexos positivos no combate à doença. De acordo com o 28º Boletim Epidemiológico da cidade, divulgado nesta sexta (16) pela Prefeitura do Rio, o número de mortes caiu 79% em comparação às quatro semanas anteriores.

+ Depois de Paquetá, Prefeitura fará vacinação em massa no Complexo da Maré

O balanço também revela uma queda de 77% dos casos graves da doença (Síndrome Respiratória Grave) e 26% das ocorrências de casos leves (Síndrome Gripal) nesse período.

“Esse número é muito importante porque mostram que as vacinas fazem efeito e salvam vidas. Tal resultado não seria o esperado para um mês de inverno, que normalmente tem o aumento de pacientes com gripe”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

+UFRJ desenvolve teste de Covid-19 com resultado em menos de uma hora

Além disso, houve um aumento de regiões administrativas na cidade com risco moderado da doença. Foram identificadas onze áreas: Região Portuária, Lagoa, Vila Isabel, Penha, Bangu, Santa Cruz, Ilha do Governador, Santa Teresa, Barra da Tijuca, Rocinha e Vigário Geral. Na semana anterior, apenas cinco estavam nesta situação.

Continua após a publicidade

Segundo a prefeitura, no entanto, o momento não é de relaxar. As medidas restritivas de prevenção à Covid-19 seguem em vigor até o dia 26 de julho. A circulação de variantes do novo coronavírus é um dos fatores que alertam para manutenção das restrições. Nesta semana, foram registrados dois novos casos da cepa indiana em moradores do Rio – considerada mais transmissiva – além de 37 das outras variantes.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Quanto aos números da vacinação, mais de 53% da população carioca já recebeu a primeira dose da vacina – quase 3,5 milhões de pessoas. Na faixa etária de 40 a 49 anos, a cobertura de vacinados na primeira etapa é de 91,6%.

Já em relação aos que receberam a segunda dose ou a vacina de aplicação única, o número é de cerca de 1,38 milhão de imunizados, o que corresponde a mais de 20% da população.

‘O carioca performando’: Paes acelera de novo e anuncia adultos vacinados até agosto

Nesta quinta (15), o calendário de imunização do Rio foi novamente antecipado. Com o aumento de vacinas previstas pelo Ministério da Saúde, a cidade espera vacinar com a primeira dose toda a população adulta até o dia 18 de agosto. 

 

Continua após a publicidade
Publicidade