Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Coronavírus: dois novos casos da variante indiana são confirmados no Rio

Os infectados são dois moradores dos bairros de Vila Isabel e Paquetá. A prefeitura monitora mais 40 pessoas que tiveram contato com os pacientes

Por Luiza Maia 15 jul 2021, 12h20

Considerada mais transmissível, a variante Delta do novo coronavírus foi identificada em mais dois casos no Rio. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, os infectados são dois homens de 27 e 30 anos, moradores de Vila Isabel, na Zona Norte, e de Paquetá. Cerca de 40 pessoas que tiveram contato com os pacientes também são monitoradas.

+ Covid-19: Rio não vai antecipar segunda dose da vacina Astrazeneca

Em nota, a secretaria afirmou que continua realizando o acompanhamento das novas cepas na cidade junto à Secretaria de Estado de Saúde e à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O texto reforça que as medidas de prevenção à Covid-19 continuam as mesmas, como o uso de máscaras e o distanciamento social.

No início de julho, dois casos da cepa já haviam sido detectados na Baixada Fluminense: um homem de 30 anos e uma mulher de 22 anos, moradores de Seropédica e São João de Meriti, respectivamente.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Conhecida também como a variante indiana, a Delta já foi encontrada em cerca de 100 países, correspondendo já a 90% dos casos no Reino Unido e 99% em Israel. Estudos mostram que ela é 40% a 60% mais transmissível do que a variante inglesa (Alfa).

No Rio, a mais comum em circulação ainda é a brasileira P.1, segundo dados da Rede Genômica Fiocruz. O estado atualmente possui o segundo maior número de linhagens do coronavírus verificadas (30), atrás apenas de São Paulo (37).

Continua após a publicidade
Publicidade