Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Como ficarão os Arcos da Lapa após as obras de revitalização na região

Iniciadas em março pela prefeitura, as obras devem terminar no início de junho, recuperando o tom branco original da construção

Por Redação Atualizado em 5 Maio 2022, 15h07 - Publicado em 5 Maio 2022, 15h05

Ícone do boêmio bairro carioca, os Arcos da Lapa estão na reta final das obras de revitalização, iniciadas em março deste ano pela Prefeitura do Rio. Nesta quarta (4), começou a última etapa de manutenção do patrimônio, que passará por raspagem, limpeza e aplicação de cal. A previsão é que os Arcos estejam de cara nova e com um tom de branco intenso no inicio de junho. 

+ Já colocaram a cerveja para gelar? Zeca é confirmado na Grande Rio em 2023

Com orçamento de R$ 1,3 milhão, a reforma começou com a retirada de pichações e do limo formado em certos trechos do local, provocado pela umidade das chuvas. Para dar conta de toda a estrutura dos arcos, a ação conta com trabalhadores em andaimes, além de um grupo de alpinistas industriais, pendurados a mais de 17 metros do chão para alcançar as extremidades do monumento. E o trabalho é extenso: a construção possui cerca de 270 metros de comprimento e 18 metros de altura, tendo 42 arcos plenos.

As obras dos arcos são feitas de cima para baixo, de forma simultânea nos dois lados. A área de entorno também tem sido revitalizada pela Secretaria de Conservação, como o pavimento da Praça Cardeal Câmara e o passeio em pedras portuguesas ao redor.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Em vez de tinta, para evitar a deterioração da estrutura por trás da pintura, a cor branca aplicada vem do cal virgem. A técnica é a mesma usada na época de construção do antigo aqueduto e ajuda a manter as características originais do patrimônio.

“Os Arcos não passavam por uma revitalização desse porte há mais de cinco anos. Estamos trabalhando em um bem tombado, que é muito amado pelos cariocas e uma das atrações mais visitadas por turistas do mundo inteiro”, diz a secretária de Conservação, Anna Laura Valente Secco, sobre a construção inaugurada em 1970.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Conhecido popularmente como os Arcos da Lapa, o Aqueduto da Carioca foi erguido para levar a água das nascentes do Rio Carioca até o chafariz do Largo da Carioca, com objetivo de abastecer a população. Desde 1896, ele serve como trajeto para o famoso Bondinho de Santa Teresa.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês