O vinho do Porto é feito com carne?

Uma das muitas lendas populares a respeito do Vinho do Porto

Por Marcelo Copello

Uma das muitas lendas populares a respeito do Vinho do Porto é a utilização de algum tipo de carne em sua elaboração. Como toda lenda, esta é mistura de fantasia e realidade. Não há na literatura nenhuma comprovação, apenas histórias passadas pela tradição oral, com muitos exageros e criatividade. Já ouvi dizer que parte da “fórmula” do Porto seria colocar um presunto ou até um cabrito inteiro dentro do tonel. O mais acertado é que alguns produtores colocavam ossos de vaca (sem carne) dentro dos tonéis para dar mais corpo aos vinhos. Outros botavam pedaços de toucinho nos lagares durante a pisa, para ajudar na fermentação, ou mesmo sangue de boi, no lugar de claras de ovos, na clarificação (uma das etapa da elaboração dos vinhos). Aos estômagos mais sensíveis vale lembrar que tudo isso é coisa do passado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s