Chineses pervertem a ordem em BORDEAUX

A revista THE TIMES inglesa deu uma curiosa reportagem esta semana.

Por Marcelo Copello

A revista THE TIMES inglesa deu uma curiosa reportagem esta semana.

Como sabemos os Chineses estão em estado de febre de compras de não apenas de vinhos mas dos próprios châteaux de Bordeaux.

A chinesada já comprou cerca de 160 châteaux por toda a frança, maioria em Bordeaux. O número ainda não é alarmante, já que só em Bordeaux existem cerca de 8 mil châteaux.

O alarme agora soou por outro motivo, que de fato me incomoda pessoalmente. Eles estão mudando os nomes de tradicionais propriedades, algumas com séculos de tradição, para nomes mais comerciais na China. Exemplo: o Château Larteau, com 300 anos de idade, agora se chama Château Lapin Imperial (Château Coelho Imperial – vide foto). Outros casos: Château Senilhac agora é Château Antilope Tibetaine (Château Antílope Tibetano); Château La Tour Saint-Pierre tornou-se Château Lapin d’Or (Château Coelho de Ouro); Château Close Bel-Air, transformou-se em Château Grande Antilope (Chateau Grande Antílope).

Este animais citados nos nomes tem conotação positiva na China, fazem parte da astrologia chinesa e trazem sorte.

Boa sorte para todos nós.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s