Clique e assine por apenas 3,90/mês
Vinoteca Por Marcelo Copello, jornalista e especialista em vinhos Marcelo Copello dá dicas sobre vinhos

Quais os alimentos difíceis de combinar com vinho?

Geralmente os sabores extremos são complicados, como ácidos, muito amargos ou muito picantes

Por Marcelo Copello - Atualizado em 16 out 2020, 12h38 - Publicado em 16 out 2020, 10h35

Por Marcelo Copello

É bom lembrar que apesar da virtualmente infinita variedade de tipos e estilos de vinhos, uvas, países, regiões e terroirs, que se prestam a todos os gostos e ocasiões, existem, no entanto, alimentos que são bem difíceis de combinar com vinho. Eu disse difíceis, mas não impossíveis.

Geralmente os sabores extremos são difíceis, como alimentos muito ácidos, muito amargos ou muito picantes.

Por exemplo:

– Picles, Vinagre ou qualquer vinagrete

– Frutas cítricas, como limão, laranja e abacaxi

– Saladas muito temperadas

– Folhas verdes escuras como espinafre e couve

– Pratos com muita pimenta

– Alimentos com algum amargor como feijão preto, feijoada e chocolate são dificeis

– Alcachofras

– Aspargos

– Ovos

– Dendê

– Curry

– Sorvete

– Wasabi e Shoyu

Estes são todos alimentos complicados de combinar com vinho, mas não impossíveis. Em alguns casos estes alimentos de sabor radical, se combinados com ciência, com o vinho exato, podem proporcionar harmonizações fantásticas. Que vinho com o que? Isso seria tema para vários posts, mas adianto que para sabores radicais, vinhos de exceção às vezes resolvem, como Porto e Jerez.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade