Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Gilberto Ururahy Por Gilberto Ururahy, médico Especialista em medicina preventiva

7 mitos sobre alimentação e atividade física

Alguns equívocos recorrentes sobre vida saudável

Por Gilberto Ururahy 21 fev 2020, 19h07

Quanto mais circulam dicas sobre um estilo de vida saudável, mais as pessoas parecem perdidas, diante de tantas informações. Reuni abaixo alguns dos equívocos mais comuns que costumamos ouvir em consultório, nas redes sociais ou mesmo em rodas de amigos.

 

A diferença do meu peso antes e depois do exercício é menor, portanto já emagreci.

MITO. Essa diferença representa a quantidade de líquido perdido com a atividade e não o peso perdido em forma de gordura.

 

Malhar em jejum é melhor para perder peso.

MITO. Os alimentos é que dão a energia para se exercitar. Em jejum, o organismo vai armazenar gordura para prevenir a falta de alimentação.

 

Faço atividade física e me alimento corretamente, mas sinto que engordei.

MITO. Com a prática de atividade física, principalmente a musculação, ocorre aumento de massa magra, o que pode gerar um aumento de peso, mas não é proveniente de gordura.

 

Quem pratica atividade física precisa tomar suplementos.

Continua após a publicidade

MITO. Não existe essa regra. O suplemento só deve ser utilizado por atletas e indivíduos que tenham alguma necessidade especial e a prescrição deve ser orientada por um nutricionista.

 

Preciso tomar bebidas isotônicas para me hidratar durante o exercício.

MITO. Essas bebidas só são necessárias para exercícios prolongados, mediante recomendação do médico ou do nutricionista. Para quem pratica atividade física, a água é mais do que suficiente. As bebidas isotônicas são importantes somente quando a pessoa perde mais de 2% do peso corporal pela transpiração. Neste caso, é melhor usá-las no lugar da água porque uma grande quantidade de sódio e outros minerais são eliminados durante o treino.

 

Sou magro, não preciso fazer atividade física.

MITO. Ser magro não significa ser saudável. A atividade física é importante para manutenção do peso, mas também para melhorar a saúde e a qualidade de vida.

 

Praticar abdominal reduz a barriga.

MITO. Abdominal não faz com que a pessoa perca a barriga. Ele é um exercício de fortalecimento para a musculatura do abdômen. Para perder gordura é necessário fazer exercício aeróbico (caminhar, pedalar, nadar) associado a uma alimentação saudável.

Gilberto Ururahy é médico há 40 anos, com longa atuação em Medicina Preventiva. Em 1990, criou a Med Rio Check Up, líder brasileira em check up médico. É detentor da Medalha da Academia Nacional de Medicina da França e autor de três livros: “Como se tornar um bom estressado” (Editora Salamandra), “O cérebro emocional” (Editora Rocco) e “Emoções e saúde” (Editora Rocco).

 

Continua após a publicidade
Publicidade