A importância do equilíbrio entre corpo e mente

Artigo publicado no Health Psychology Open aborda a importância da arte (ativa – quando fazemos – e passiva – quando somos espectadores) no bem-estar

Enquanto penso em como escrever sobre este tema tão difícil, que dá título ao nosso pequeno artigo, escuto uma bela música. Ela me remete a sucessos pessoais e a como o ser – humano é capaz de se reescrever e se superar. Isso me causa uma incrível satisfação! Brotam lágrimas em meus olhos, ao pensar que temos a possibilidade de transformar nossa vida, de forma plena.

Pode ser que você nem se sensibilizasse com a tal música. Isso não faria de você um ser impassível diante da vida. É claro que não! Esse só não seria o estímulo necessário à sua mente para que seu corpo reagisse dessa forma.

A mente existe em um corpo e ele representa no concreto todas as possibilidades dessa mente. Como assim? Quando minha mente acessou minhas memórias afetivas, meu corpo reagiu de determinado modo: vieram lágrimas aos meus olhos, fiquei mais calma, certamente minha respiração mudou… Se minha mente tivesse acessado um conteúdo de dor e sofrimento, muito provavelmente, meu corpo responderia com taquicardia, respiração curta e rápida, os olhos se cerrariam…

Artigo publicado recentemente no Health Psychology Open fala da importância da arte (ativa – quando fazemos – e passiva – quando somos espectadores) para os alunos da faculdade de medicina, profissionais da área de saúde e pacientes; mostrando como a arte estimula nossa mente, aumentando a sensação de bem – estar e tendo como conseqüência, uma melhora na saúde (no corpo).

Outras ações simples, tais como: manter sua atenção no presente (mantenha sua mente onde está seu corpo), ter pensamentos positivos (já foi comprovado cientificamente que a positividade, ou fé, ajuda no restabelecimento físico e psíquico) e a criação de momentos prazerosos; assim como a exposição à arte, irão ajudar a proporcionar uma boa saúde mental e o equilíbrio entre a psique e sua constituição física.

Mente e corpo se inter – relacionam. E nesse casamento, como em qualquer outro, o êxito depende do grau de parceria. Se a mente e o corpo se respeitarem, caminharão para uma vida longa e tranqüila.

Referência:

Start makingsense: Artinforminghealthpsychology. Ad. A Kaptein, Brian M. Hughes, Michael Murray and Joshua M. Smyth. Health Psychology Open. January-June2018: 1-13.[published online March 10, 2018].doi.org/10.1177/20551029187600

 (Arquivo pessoal/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s