Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Daniela Alvarenga Por Daniela Alvarenga, médica, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

A polêmica do banho: faz mal ou não à pele?

Ashton Kutcher, Mila Kunis e outras celebridades internacionais contam sobre hábito de não tomar banho todos os dias

Por Daniela Alvarenga 3 set 2021, 16h10

Uma pesquisa comprovou esta semana que o brasileiro é o cidadão que mais toma banho no mundo. Segundo o estudo encomendado pela Procter&Gamble, nós tomamos em média 8,5 banhos por semana. A notícia surge no momento em que celebridades americanas resolveram contar ou brincar nas redes sociais sobre o fato de não tomarem banhos todos os dias.

A polêmica começou quando o casal de atores Mila Kunis e Ashton Kutcher relatou  no podcast Armchair Expert que só bota os filhos, de 6 e 4 anos, no chuveiro quando há sujeira visível. “Se você consegue ver sujeira neles, limpe-os”, aconselharam. Ela contou que lava o rosto duas vezes ao dia – faz muito bem! – e não usa sabonete no corpo diariamente. As declarações reverberaram. Pouco depois, os dois fizeram uma postagem brincando com a história. No banheiro, enquanto ela dá banho nas crianças, ele ironiza: “Você deu quatro banhos neles esta semana!!! Quatro! Isso é ridículo! O que você está tentando fazer?”. A atriz já havia revelado que não tinha o costume de tomar banhos regulares por ter crescido numa casa sem água quente na (congelante) Rússia.

Amigos famosos apoiaram a confissão. Kristen Bell disse em entrevista que se esquece com frequência de dar banho nas filhas e que é fã da técnica de esperar cheirar mal. “O cheiro é a maneira de a biologia nos avisar que é hora de banhá-las”, disse. O assunto rendeu e foi parar na revista “Vanity Fair”, que entrevistou Jake Gyllenhall. Ele trouxe mais uma questão ao debate dizendo considerar não tomar banho importante para ajudar na manutenção da pele. Para o ator, o corpo se “autolimpa” naturalmente. “Cada vez acho o banho menos necessário”, afirmou. Eles não foram os primeiros a falar do tema. Brad Pitt já declarou que passa apenas lenços umedecidos nas axilas. Robert Pattinson já disse que não via sentido em lavar os cabelos sempre.

As celebridades estão falando em público sobre hábitos de higiene comuns na população americana, comprovados pela pesquisa acima. Segundo os estudos da Procter&Gamble, americanos tomam em média 6,5 banhos a cada 7 dias. Afinal, banho faz mal à pele?

A resposta é: muito pelo contrário. Higienizar o corpo previne o crescimento de bactérias danosas à pele. Especialmente em países tropicais, onde as pessoas transpiram mais, o banho – ao menos um por dia – é importante para controlar a oleosidade. Banhar-se é importante para remover células mortas, excesso de gordura, poluição, poeira e terra. Além disso, a higienização correta também previne doenças, como a Covid-19. Até o Cascão, da Turma da Mônica, venceu a hidrofobia pelo qual é conhecido e encarou água e sabão para manter a limpeza em dia.

Porém, tomar banho em excesso pode, sim, ser prejudicial, alterando o microbioma e removendo as bactérias saudáveis e a proteção natural da pele. O segredo de cuidar da pele na hora da higiene corporal é o bom senso e o equilíbrio. Evite água quente, principalmente em banhos muito demorados. Banheiros fechados com muito vapor prejudicam a pele. Prefira a temperatura morna ou fria. Não esfregue demais a pele ou passe sabonete excessivamente – uma boa maneira de dosar a medida é lavar o corpo com as mãos ensaboadas, sem precisar aplicar o sabão direto na pele. Dê preferência a sabonetes hidratantes. Caso tome um segundo banho ao dia, lave apenas axilas, partes íntimas e pés com sabonete – lavando o restante apenas com água. Outra estratégia para quem tem a pele seca é aplicar óleos ou hidratantes específicos para uso durante o banho e dar uma última e rápida chuveirada para tirar o excesso de produto. Bucha jamais. A toalha deve ser usada delicadamente para secagem, sem grandes esfregações. Como revelou a pesquisa, brasileiro adora um banho. Tem quem não saia de casa sem uma chuveirada. Tem quem não durma sem uma ducha. Além de higienizar, o hábito é bastante relaxante e revigorante. Bom banho!

 

Continua após a publicidade

Publicidade