Clique e assine por apenas 4,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Produtor reclama do preconceito contra o cinema nacional

Leia na coluna Beira-mar

Por Daniela Pessoa - 20 set 2017, 12h40

Primo da apresentadora Regina Casé, o produtor de cinema Augusto Casé está com a agenda cheia pelos próximos dois anos. Ele tem um total de oito filmes fechados para sair do papel. Amigo e parceiro de Bruno Mazzeo há doze anos, o cineasta foi o responsável por lançar Cilada.com, em 2011, que somou 3,1 milhões de espectadores, seu recorde pessoal, e, ao todo, já levou 10,6 milhões ao cinema. Em outubro, é a vez da comédia Chocante, com nomes como Mazzeo (sim, de novo) e Marcus Majella. “O público precisa redescobrir o cinema nacional. Para ver super-­herói, as sessões ficam lotadas”, reclama. Casé ainda lançará dois trabalhos com Marcelo Adnet. “Ele é um gênio, vai estourar na TV na nova temporada de Adnight. Até o programa da Fátima Bernardes foi um fracasso no início”, compara.

Publicidade